Resenha do Livro “Midnighters – A Hora Secreta”


O livro "Midnighters – A Hora Secreta" é do escritor Scott Westerfeld, o mesmo da série "Feios", e foi publicado pela editora iD. Dessa vez o autor criou um mundo onde há uma hora extra e apenas um grupo seleto consegui se mover nela, contudo existem vários outros seres que nela habita, os quais nem os Midnighters, o grupo de quem pode viver essa hora, consegui imaginar que existam. Jéssica antes de ir morar em Bixby, era uma adolescente normal ou pelo menos achava que era, porém a mudança veio acarretada de uma série de segredos. Uma semana depois de sua chegada, Jess acorda a meia-noite e ver um brilho intenso em sua janela, quando olha são gotículas de chuva suspensas no ar como cristais, de início ela pensa que é um sonho, porém no outro dia ela acorda novamente mais dessa vez feras tentam matá-la, mas com a ajuda de Rex, Dess e Melissa ela consegui se livrar e eles acabam por lhe contar tudo ou quase tudo sobre A Hora Secreta, o que está contida nela e naqueles que nela pode se mover. Depois desse inicial conhecimento ela acaba por descobrir que o garoto que está a fim, Jonathan, também estar envolvido nessa louca história e assim começando uma aventura para sobreviver nessa hora extra e ainda descobrir onde se encaixa em tudo isso, pois todos os outros têm algum tipo de poder, Rex consegui ver em alguns lugares a história da hora secreta, Dess é perita em matemática, Melissa é uma caça mentes e Jonathan consegui voar, mas Jess parecia apenas uma garota normal na hora errada.
O livro proporciona uma agradável leitura, no inicio da história ele deixa dúvidas sobre quem são Rex, Dess e Melissa, fazendo um suspense em torno deles. Os personagens levantam questões sobre suas verdadeiras personalidades em alguns momentos isso foi bom, mas em outros me deixou confusa. Não sou muito fã das personagens principais dos livros que leio, mas dessa vez eu ate achei a Jéssica agradável, contudo fiquei frustrada por Melissa não poder ter contato físico com ninguém já que assim intensifica as vozes em sua cabeça a deixando louca.
Capa: O azul da capa com as letras pratas tem tudo haver com a história e o símbolo no olho está ligado ao que Jess representa. Às vezes não gosto quando vem a imagem de alguém na capa porque acho que reduz minhas formas de imaginar os personagens, mas dessa vez eu gostei ficou interessante.

6 comentários:

Juan Warley disse...

Já tinha visto esse livro, mas esta resenha me deixou curioso.

Há Nihal realmente é uma personagem interessante, a história é bem legal.

http://sempre-lendo.blogspot.com/

Abraços

Juan

vanessa disse...

Parece ser bacana, quero muito ler *-* Espero que seja melhor do que Feios, que apesar de eu ter gostado, sei lá, é meio estranho :x UAHSUAHS adorei a resenha (:
Beijos, Vanessa.

Books Journal disse...

Concordo com Vanessa. Parece ser mais legal que Feios. Mas a gente não pode sempre ficar comparando os livros, se não nenhum vai ser bom o suficiente. Enfim, gostei da resenha. Eu sou louca pra ler livros dessa editora, mas ainda não tive a oportunidade.

Beijos
Kaká Rodrigues

Jaah disse...

Oi Mejilla
Adorei a resenha é bem completa. Estou ansiosa por ler Midnighters, já que esse livro tem um tema diferente de vampiros e anjos caídos, como a maioria dos livros que estão em evidência agora.
Beeijoo
Jaine - Little Things

.Niii. disse...

Amei a resenha flor!
Tenho vontade de ler essa série, vc me contagiou!
Mas acredita que não gostei muito de feios! =/

Bjocas

Post novo lá no blog

Niii
Faz Parte...

Angélica Roz disse...

Nossa que legal! Adorei a resenha!
A única coisa que não me atraiu é a parte "era uma adolescente normal ou pelo menos achava que era, porém a mudança veio..."
Ando meio cansada desse tipo de história sabe?
Mas, mais adiante, quem sabe eu leio?
Agora estou dando um tempo e lendo chick-lit para variar um pouco. :)
Bjsss!