Curta: The Fantastic Flying Books Mr.Morris Lessmore

O curta metragem, The fantastic flying books of Mr. Morris Lessmore, dirigido pelo ex-animador da pixar William Joyce, mostra com simplicidade o mundo mágico dos livros.

Logo no inicio vemos o mundo sem cor depois de um furacão e o pequeno escritor,  Sr. Lessmore, se encontra entre os moradores da pequena cidade junto com letras e papeis soltos por todos os lugares com o tom de preto e branco, como de uma ambiente sem vida, sem a magia, assim como diz o colunista da veja – Sérgio Rodrigues - “metáfora óbvia da onda digital” que disputa a concorrência com os livros impressos...

 Contudo tudo parece ser vivo em uma biblioteca onde os livros se expressam para nos mostrar que o conjunto de palavras que os formam, trás várias lições e dão asas a imaginação. Sem falas apenas com expressões, animações maravilhosas e a música que ressalta todo o contexto, esse curta retrata a continuação do amor pelos livros impressos, comprovando no final que não importa o tempo sempre terão fãs pelo mundo.

Minha parte favorita é quando o senhor Lessmore ressuscita o livro antigo (aquele que a gente esquece na prateleira) quando começa a ler ele e suas expressões no decorrer da leitura, que parece muito comigo quando estou lendo livro, às vezes choro ou fico com um sorriso bobo, outras vezes fecho e digo que não vou mais ler, porém logo estou de novo com ele em mãos.
Ele foi ganhador do Oscar (bem merecido!)  

4 comentários:

mila disse...

Nossa esse video é muito legal!!!

beijosss
http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

La Mademoiselle disse...

Oi,

te indiquei para um meme lá no blog! Confira: http://mademoisellelovebooks.blogspot.com.br/2012/03/meme-das-11-coisas.html

Espero que goste!

Bjs

Thaís Cavalcante disse...

Eu amo essa animação. Não sei se você sabe, mas ela ganhou o Oscar de melhor curta de animação. Digno, né?

Um beijão,
Pronome Interrogativo.
http://www.pronomeinterrogativo.com

Mayara Marques disse...

Assisti esse curta logo após a cerimônia do Oscar, e fiquei emocionada. Aquelas referências ao Mágico de Oz, o furacão Catrina, e é claro, ao cinema mudo. Realmente o Oscar foi muito merecido!

http://smell-likeoldbooks.blogspot.com/